Acessar dossiê

Este dossiê, Centralidade da Periferia, publica seis textos em torno da região platina e das suas múltiplas articulações locais, regionais e globais, de finais do século XVI aos inícios do século XIX. Da autoria de Adriano Comissoli, André Costa, Augusto da Silva, Carlos Gabriel Guimarães, Fábio Kühn, Maria de Fátima Silva Gouvêa, Maria Fernanda Bicalho, Nuno Gonçalo Monteiro, Pedro Cardim e Rodrigo Ceballos, estas contribuições de historiadores de diversas instituições e distintas gerações pretendem fornecer novas perspectivas sobre o tema proposto, discutindo matérias que vão desde os contratos, contratadores, ofícios e instituições locais, à noção de fronteira e às formas de construção política do territórios, cruzando trajectorias sociais e percursos militares, conectando as franjas do império, Buenos Aires e depois a Colónia do Sacramento, com a Corte de Lisboa e as disputas diplomáticas na Península Ibérica e suas vertentes bélicas. O título do dossier pretende precisamente destacar a relevância que esses espaços distantes dos centros políticos das monarquias ibéricas acabaram por ter nos destinos destas.

O ponto de partida desta iniciativa foram os estudos realizados no âmbito do projecto Nas Franjas dos Impérios. Dinâmicas de expansão e ocupação territorial na Região Platina, 1668-1808, financiado pelo Instituto Camões / Programa Lusitânia (Ministério dos Negócios Estrangeiros – Portugal) e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Ministério da Ciência, Ensino Superior e Tecnologia – Portugal) (PLUS/HAR/50286/2003), depois completados e acrescentados com outros trabalhos dos participantes1. Pelo seu empenho inestimável em todo o processo, gostaríamos de dedicar esta iniciativa editorial à memória de Maria de Fátima Gouvêa, cuja contribuição aqui se publica a título póstumo.

Nuno Gonçalo Monteiro (ICS-UL)

Pedro Cardim (CHM-UNL)

Acessar dossiê

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.