Perseu | FPA | 2007

Perseu

PERSEU: História, Memória e Política ([São Paulo], 2007-) foi idealizada como veículo para a difusão de pesquisas e reflexões sobre a história da esquerda contemporânea. Este espaço, por ser criado no interior do Centro Sérgio Buarque de Holanda (CSBH) da Fundação Perseu Abramo (FPA) – centro de documentação e memória que abriga o arquivo histórico do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) e acervos relacionados – tem  algumas características singulares, que diferenciam PERSEU de outros periódicos de difusão da produção acadêmica.

Temos a oportunidade de acolher estudos que conciliem, aberta e democraticamente, o rigor necessário à produção de conhecimento e o engajamento político, que no mais é intrínseco ao ofício do historiador e do cientista social.

Nesse sentido, PERSEU vem se consolidando como uma referência para a difusão do conhecimento produzido de forma comprometida com a luta dos trabalhadores e trabalhadoras pela conquista dos direitos civis, políticos e sociais, conforme apontava a descrição da temática que seria privilegiada pelo periódico, já na apresentação de seu primeiro número em 2007. A proposta enfrenta a noção de imparcialidade técnica que se impõe frequentemente como “medida de qualidade” do conhecimento.

Isso resulta em aparente despolitização do exercício da produção de conhecimento, modelo autoritário e que tem se imposto através do controle de recursos destinados às etapas desta produção, dentre as quais se inclui a sua circulação. Consolidar-se como espaço de debate rigoroso e comprometido com um projeto político amplo e de longo prazo, é, portanto, um importante desafio diante da escalada autoritária e da instabilidade política que vivemos, e que afeta todo o sistema de produção e difusão de conhecimento em âmbito nacional.

Periodicidade semestral

Acesso livre

ISSN [?]

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Política Internacional | UnB | 1997

RBPI

A Revista Brasileira de Política Internacional – RBPI (Brasília, 1997-) publica artigos sobre temas relacionados às Relações Internacionais em geral (Política, Economia, Sociologia, Segurança, História, Política Externa, Meio Ambiente e outras questões relevantes da agenda internacional contemporânea). A Revista é aberta a uma ampla variedade de tradições metodológicas.

Periodicidade semestral.

Acesso livre

ISSN  1983-3121 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês [Não publicou dossiês até 2022]

Acessar sumários

Acessar arquivos

Estudos Feministas | UFSC | 1992

Estudos Feministas

A Revista Estudos Feministas (Florianópolis, 1992-) é uma revista trimestral indexada que circula nacional e internacionalmente, com o objetivo de divulgar textos cientificamente originais nos idiomas português, espanhol e inglês, na forma de artigos, ensaios e resenhas sobre gênero e feminismos que possam estar relacionados a um disciplina particular ou interdisciplinar em sua metodologia, teoria e literatura. Os artigos publicados contribuem para o estudo de questões de gênero e derivam de diferentes disciplinas: sociologia, antropologia, história, literatura, estudos culturais, ciência política, medicina, psicologia, teoria feminista, semiótica, demografia, comunicação, psicanálise, entre outras.

Trabalha em regime de rotação institucional desde 1992 e foi publicado pela primeira vez pela Coordenação Interdisciplinar de Estudos Contemporâneos da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Posteriormente, o Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro assumiram a responsabilidade pela edição da Revista. Desde 1999, o Centro de Filosofia e Ciências Humanas e o Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina abrigam a revista. Atualmente, é incorporado ao Instituto de Estudos de Gênero, órgão que reúne pesquisadores de diferentes disciplinas [áreas de conhecimento e atividade] da UFSC, que têm como denominadores comuns os estudos feministas e as perspectivas de gênero.

Periodicidade quadrimestral

Acesso livre

ISSN 0104-026X (Impresso)

ISSN 1806-9584 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

CEBRAP | CEBRAP | 1981

CEBRAP3

Novos Estudos CEBRAP (1981) é uma publicação quadrimestral impressa e on-line do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento. Destina-se à publicação de trabalhos científicos originais nas áreas de Sociologia, Política, Economia, Direito, Filosofia, Antropologia, Artes e Humanidades. O objetivo da revista é publicar estudos relevantes e contribuir para o debate intelectual com uma variedade de temas.

Periodicidade quadrimestral.

Acesso livre.

ISSN 1980-5403

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Política Internacional (IBRI) 1993-2021

Revista Brasileira de Política Internacional e1594074945310

Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI) é uma publicação semestral fundada em 1958 no Rio de Janeiro pelo Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, com objetivos culturais.

A RBPI é a mais antiga publicação especializada nos temas da agenda internacional, é uma das mais tradicionais da América Latina e uma das mais influentes no campo no Sul Global. A RBPI assumiu desde o início um papel de destaque na vida cultural e acadêmica do país. Transferida para Brasília em 1993, a RBPI desempenha um papel privilegiado no estudo das Relações Internacionais em geral.

O RBPI examina o amplo campo das Relações Internacionais sob várias perspectivas. Publica estudos de caso originais e artigos de teoria sobre temas relacionados à política, economia, sociologia, segurança, meio ambiente e outros assuntos prementes de relevância contemporânea. A RBPI valoriza manuscritos interdisciplinares e é receptiva a uma ampla variedade de tradições metodológicas.

O RBPI é um periódico de acesso aberto e adota o modelo de publicação contínua.

Todas as contribuições publicadas são submetidas à arbitragem científica, seguindo o sistema de revisão por pares.

A abreviação de seu título é Rev. bras. polít. int. , que deve ser usado em referências bibliográficas, notas de rodapé e notas de fim e em legendas bibliográficas.ada pelo seu nome abreviado: Dados. 

[bolsonaro]