Rural e Urbano | UFPE | 2016

RURAL E URBANO1 Rural e Urbano

A Revista Rural-Urbano (2016-) é um periódico semestral vinculado ao Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal Rural de Pernambuco e gerida pelos grupos de pesquisas “Produção do Espaço, Metropolização e Relação Rural-Urbano” da Universidade Federal Rural de Pernambuco (GPRU/UFRPE) e “Sociedade & Natureza” da Universidade Federal de Pernambuco (Nexus/UFPE). Seu objetivo é constituir-se enquanto canal de veiculação científica da rede de pesquisadores sobre as relações rural-urbano, bem como congregar artigos, ensaios e resenhas científicas a partir da História e da Geografia, que versem sobre processos passados e atualmente existentes no espaço rural e no urbano. A revista também objetiva congregar trabalhos das áreas de História, Geografia, Sociologia, Economia, Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano e Regional, Serviço Social e Educação.

Periodicidade Semestral

Acesso livre

ISSN 2525-6092

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Cadernos Pagu | Campinas, n.61, 2021.

 


Edição n. 61 (2021)

Artigos

Resenhas

ERRATA ERRATA

 

Ingesta | USP | 2019

Ingesta Rural e Urbano

A Revista Ingesta (São Paulo, 2019-) é uma publicação eletrônica de periodicidade semestral, editada por alunos de pós-graduação em História Social da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, membros do Laboratório de Estudos Históricos das Drogas e Alimentação (LEHDA), fundado em 2016 na mesma instituição.

Nosso objetivo é publicar artigos, resenhas e dossiês temáticos (em português, inglês ou espanhol) produzidos por pós-graduandos e pesquisadores pós-graduados, que possam contribuir com o desenvolvimento dos estudos históricos sobre alimentação e drogas, em seus amplos aspectos.

Textos relacionados ao campo da História serão privilegiados, mas aqueles que abordarem a temática e estiverem relacionados a disciplinas afins, como a Antropologia, a Sociologia, a Arqueologia, entre outras, também serão considerados para avaliação do Conselho Editorial e do Conselho Científico da revista.

[Periodicidade semestral].

Acesso livre

ISSN 2596-3147

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

AbeÁfrica | ABEA | 2018

Abe Africa Rural e Urbano

A AbeÁfrica: revista da Associação Brasileira de Estudos Africanos (Rio de Janeiro, 2018-), publicação semestral da Associação Brasileira de Estudos Africanos publica trabalhos inéditos desenvolvidos em torno dos Estudos Africanos em perspectiva interdisciplinar, envolvendo campos do conhecimento tais como a Antropologia, Ciência Política, Educação, Geografia, História, Literatura e Crítica Literária, Relações Internacionais, Sociologia e outros.

Periodicidade semestral.

Acesso livre.

ISSN 2596-0873

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

História | UEG | 2012

Historia da UEG Rural e Urbano

A Revista de História da UEG (Morrinhos, 2012-) é uma publicação do Programa de Pós Graduação em História da UEG (PPGHIS), Campus Morrinhos.

É um periódico de fluxo contínuo (ahead of print) que tem como objetivo publicar artigos, resenhas, notas, dossiês, entre outros, de professores e pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa de prestigio regional, nacional e internacional, preferencialmente na área da História ou áreas afins (Geografia, Teologia, Ciências Ambientais, Letras, Sociologia, Antropologia, etc), desde que tenham convergência com uma análise historiográfica das fontes e no uso de conceitos relativos ao fazer histórico.

Periodicidade semestral.

Acesso livre.

ISSN 2316-4379

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Pergaminho | UNIPAM | 2010

Pergaminho Rural e Urbano

A Pergaminho (Patos de Minas, 2010-), em seu primeiro número, veio inicialmente substituir a revista Fazendo História que, durante muitos anos, foi o periódico discente do curso de História do Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM). Portanto, a Pergaminho nasceu por iniciativa do colegiado de curso como um espaço para divulgação de artigos científicos dos discentes e egressos dos cursos de História.

A partir de 2011, o quadro de interesses da revista ampliou-se e a Pergaminho também se tornou uma revista de estudos pedagógicos. Assim, passou a constituir-se de uma coletânea de artigos, versando sobre múltiplos temas no campo do conhecimento histórico e pedagógico, das metodologias e práticas educacionais em História e Pedagogia e do debate historiográfico.

Sua periodicidade é anual e a revista é aberta a acadêmicos das áreas de História e de Pedagogia ou de áreas afins (Sociologia, Antropologia, Ciências Políticas), de qualquer instituição. Esperamos contribuir no sentido de incentivar a pesquisa nos cursos de graduação, apontando para a necessidade dos discentes de galgar novas etapas da vida acadêmica. O alcance, a visibilidade e a agilidade de uma produção acadêmica online, além de contar com a abnegação de conselheiros indiscutivelmente credenciados, nos moveu a apostar nessa aventura.

[Periodicidade anual].

Acesso livre.

ISSN 2178-7654 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Tiempo Histórico | UAHC | 2010

Tiempo Historico Rural e Urbano

Revista Tiempo Histórico (TH) es una publicación semestral (junio – diciembre) de la Universidad Academia de Humanismo Cristiano. Es una revista de carácter académico, que recibe solo artículos inéditos centrados en Historia de Chile, Historia de Ibero América y en temas de orden teórico y metodológico. La publicación está abierta a recibir contribuciones tanto desde la Historia como de otras disciplinas afines a la misma, tales como: Sociología, Antropología, Arqueología e Historia del Arte.

Las contribuciones que recibe TH forman parte de las siguientes secciones:

Artículos: Se incluyen artículos originales que no estén siendo evaluados simultáneamente en otras publicaciones; avances y resultados de proyectos de investigación, ensayos críticos y discusión de fuentes históricas.

Reseñas: Las reseñas deben ser críticas y versar sobre libros pertinentes para la disciplina histórica, las ciencias sociales y humanas y que hayan sido publicados en los últimos cinco años. El equipo editorial revisa cada una de las reseñas y, de ser aprobadas, pasan al proceso de edición y diagramación.

Tiempo Histórico está dirigida a investigadores, profesionales, académicos y estudiantes de postgrado y pregrado interesados en la creación y reflexión de conocimiento histórico.

Tiempo Histórico se encuentra en los siguientes índices, bases de datos, directorios y catálogos:  DOAJ. Directory of Open Access Journals.; ERIHPlusMIARLATINDEX. Catálogo v1.0 (2002 – 2017); CLASELATINDEX. Directorio; EBSCO host; DIALNET;  BIBLATSHERPA/RoMEOFLACSO REDIVJOURNAL TOCsKYUSHU LibraryOPAC plusORBIS; EZ3AcademicKeysREDIBKANAZAWA.

Periodicidade semestral

Acesso livre

ISSN 0719-5699

Acessar resenhas

Acessar dossiês [Não publicou dossiês até 2021]

Acessar sumários

Acessar arquivos

Sociologia & Antropologia

Sociologia Antropologia Rural e Urbano

A revista Sociologia & Antropologia é publicada on-line três vezes por ano pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O objetivo da Sociologia & Antropologia é disseminar, expandir e aprimorar o conhecimento sociológico e antropológico em diferentes campos temáticos. É incentivar uma diversidade de abordagens teóricas. Como o PPGSA, o Journal reconhece as demandas contemporâneas de especialização; mas procura promover o diálogo além das fronteiras acadêmicas estritamente definidas por meio de trocas produtivas entre as distintas tradições teóricas que configuram as disciplinas da sociologia e da antropologia.

Sociologia e Antropologia, portanto, promove intercâmbios entre abordagens sociológicas e antropológicas que são simultaneamente críticas e informadas pelo entendimento mútuo. Estimula a comunicação dinâmica e o debate sobre os principais temas teóricos, empíricos, históricos e analíticos. A Revista reconhece a multiplicidade de paradigmas teóricos que permeiam o conhecimento social e favorece as oportunidades para a troca de pontos de vista convergentes e divergentes nesses diferentes campos do conhecimento. Esta é precisamente a idéia expressa pelo símbolo ‘ & ‘ que interliga as duas disciplinas no título da Revista.

Sociologia & Antropologia tem como objetivo apresentar, disseminar e debater pesquisas originais que ofereçam uma visão dos processos socioculturais no Brasil e no exterior. A Revista está aberta à colaboração de especialistas de universidades e instituições de pesquisa e publicará trabalhos novos e originais em português e inglês. A ambição da Sociologia & Antropologia , em suma, é tornar-se uma saída para uma investigação consistente de tópicos relevantes para o debate contemporâneo nas ciências sociais, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Territórios & Fronteiras | UFMT | 2008

Territorios e Fronteiras3 Rural e Urbano

A Revista Territórios e Fronteiras (Cuiabá, 2008-) publica artigos, resenhas, entrevistas, dossiês e edições críticas de documentos relacionados, preferencialmente, à disciplina da História e aos temas associados à constituição de territórios e fronteiras na história, em suas diferentes formas, realidades e dimensões. Administrada e apoiada financeiramente pelo Programa de Pós-graduação em História da UFMT, cuja área de concentração é “História, Territórios e Fronteiras”, a revista tem por meta constituir um espaço de debates e de divulgação da produção científica vinculada a esses temas. O periódico também recebe contribuições interdisciplinares e ligadas a áreas afins, a exemplo da Sociologia, Antropologia, Educação, Geografia, Ciência Política, Relações Internacionais etc.

Periodicidade semestral.

Acesso livre.

ISSN 1984-9036

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

 

História em Reflexão | UFGD | 2007

Historia em Reflexao2 2 Rural e Urbano

Revista Eletrônica História em ReflexãoREHR (Dourados, 2007-) é uma publicação do discentes de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Grande Dourados (PPGH-UFGD).

A REHR recebe contribuições em fluxo contínuo e tem como objetivo divulgar trabalhos acadêmicos desenvolvidos na área da História que possibilitem refletir sobre o fazer histórico, bem como em suas relações com a Literatura, a Sociologia, a Antropologia, a Geografia, a Linguística, Educação, entre outros, de forma a propiciar melhor compreensão nos estudos da História e promover a interdisciplinaridade. Ademais, não privilegia uma especificidade temática, na medida em que prevê a divulgação de trabalhos originais.

A Revista Eletrônica História em Reflexão, destina-se tanto a estudantes de graduação e pós-graduação que tenham interesse nos trabalhos publicados, assim como professores de graduação e pós-graduação. Aceita trabalhos em português, inglês e espanhol sob a forma de artigos, entrevistas, resenhas de livros, comentários sobre fontes inéditas, resumos expandidos de trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses, textos livres produção iconográfica e audiovisual e notas breves.

Periodicidade semestral.

Aceso livre.

ISSN 1981 2434

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

 

Política Internacional | UnB | 1997

RBPI Rural e Urbano

A Revista Brasileira de Política Internacional – RBPI (Brasília, 1997-) publica artigos sobre temas relacionados às Relações Internacionais em geral (Política, Economia, Sociologia, Segurança, História, Política Externa, Meio Ambiente e outras questões relevantes da agenda internacional contemporânea). A Revista é aberta a uma ampla variedade de tradições metodológicas.

Periodicidade semestral.

Acesso livre

ISSN  1983-3121 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês [Não publicou dossiês até 2022]

Acessar sumários

Acessar arquivos

Pagu | Unicamp | 1993

Pagu3 Rural e Urbano

Cadernos pagu (Campinas, 1993-), publicação quadrimestral interdisciplinar, tem como objetivo contribuir para a ampliação e o fortalecimento do campo interdisciplinar de estudos de gênero, dando visibilidade à produção realizada no Brasil e promovendo o intercâmbio de conhecimento internacional sobre a problemática. Publica artigos inéditos com contribuições científicas originais, que colaborem para a inovação teórica, metodológica e/ou agreguem conhecimento empírico inovador, e debates em torno de textos teóricos relevantes no campo dos estudos de gênero, viabilizando, assim, a difusão de conhecimentos na área e a leitura crítica da produção internacional.

Tem publicado contribuições das seguintes áreas: Antropologia, Sociologia, História, Ciência Política, Letras e Linguística, História da Ciência, Educação. Mais recentemente, também de áreas como Direito, Psicologia, Comunicação, Saúde Coletiva e Serviço Social. Estimula a publicação de artigos de diferentes áreas disciplinares, desde que estabeleçam uma discussão com as teorias de gênero e feministas, buscando articulações entre gênero e outras diferenças (raça/etnia, cultura, classe, idade/geração, sexualidade e outras). São bem-vindas contribuições em língua portuguesa, espanhola ou inglesa.

A publicação dos cadernos pagu iniciou-se em 1993 e desde então vem contribuindo para a constituição do campo de estudos de gênero no Brasil. A revista foi criada em um momento em que os estudos de gênero já contavam com alguma legitimidade acadêmica no país e a intenção era ampliar sua visibilidade, difundindo e estimulando a produção de conhecimento na área.

A criação do cadernos pagu foi resultado de mais de dois anos de leituras, pesquisas e debates, nos quais integrantes do Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu mapeavam os avanços na produção sobre gênero e seus impasses. O primeiro número foi inteiramente redigido por integrantes do Núcleo, cujos artigos esboçavam essas inquietações. Entre o segundo e o terceiro número, a publicação redefiniu sua política editorial e, simultaneamente, abriu para contribuições de pesquisadoras/es brasileiras/os e estrangeiras/os. Para tanto, constituiu-se um corpo de pareceristas ad-hoc e foram criados o Comitê e o Conselho Editorial. A partir do quinto número, a revista contou com financiamento externo à universidade.

De fato, há dois momentos na história da publicação, visíveis em diversos aspectos da revista, que estão ligados à obtenção do apoio de diversas agências -FAPESP, FAEPEx (Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e à Extensão, da Unicamp) e, sobretudo, CNPq, que concedeu o apoio mais relevante em termos de recursos e de continuidade a partir de 1996. Esses financiamentos foram cruciais para o crescimento da publicação, não apenas no que se refere à melhoria da qualidade gráfica e à incorporação de maior número de textos, mas também à adequação às normas editoriais, à ampliação do Conselho Editorial, ao registro em diversos indexadores nacionais e internacionais.

Periodicidade quadrimestral.

Acesso livre.

ISSN 1809 4449 (Impresso)

ISSN 0104-8333 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Museu Paulista | USP | 1993

Anais do Museu Paulista1 Rural e Urbano

Anais do Museu Paulista (São Paulo, 1993-) vem sendo publicado desde 1922. A partir de 1993, o periódico passou a circular em nova série, com o subtítulo História e Cultura Material. Trata-se de revista acadêmica que traz à discussão temas afeitos à cultura material como mediadora de práticas sociais, bem como abordagens inovadoras sobre processos históricos e museológicos.

Em 2018, o periódico passou a operar no sistema de publicação contínua, em um único volume anual, com submissão de manuscritos tramitada exclusivamente no sistema informatizado para recebimento e gestão de manuscritos do Portal de Revistas da Universidade de São Paulo (USP).

Periodicidade anual.

Acesso livre

ISSN 0101-4714 (Impressa)

ISSN 1982-0267 (Online)

Acessar resenhas [Postar 1993-2017 / Não publicou resenhas no período 2018-2021]

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Estudos Feministas | UFSC | 1992

Estudos Feministas Rural e Urbano

A Revista Estudos Feministas (Florianópolis, 1992-) é uma revista trimestral indexada que circula nacional e internacionalmente, com o objetivo de divulgar textos cientificamente originais nos idiomas português, espanhol e inglês, na forma de artigos, ensaios e resenhas sobre gênero e feminismos que possam estar relacionados a um disciplina particular ou interdisciplinar em sua metodologia, teoria e literatura. Os artigos publicados contribuem para o estudo de questões de gênero e derivam de diferentes disciplinas: sociologia, antropologia, história, literatura, estudos culturais, ciência política, medicina, psicologia, teoria feminista, semiótica, demografia, comunicação, psicanálise, entre outras.

Trabalha em regime de rotação institucional desde 1992 e foi publicado pela primeira vez pela Coordenação Interdisciplinar de Estudos Contemporâneos da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Posteriormente, o Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro assumiram a responsabilidade pela edição da Revista. Desde 1999, o Centro de Filosofia e Ciências Humanas e o Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina abrigam a revista. Atualmente, é incorporado ao Instituto de Estudos de Gênero, órgão que reúne pesquisadores de diferentes disciplinas [áreas de conhecimento e atividade] da UFSC, que têm como denominadores comuns os estudos feministas e as perspectivas de gênero.

Periodicidade quadrimestral

Acesso livre

ISSN 0104-026X (Impresso)

ISSN 1806-9584 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

CEBRAP | CEBRAP | 1981

CEBRAP3 Rural e Urbano

Novos Estudos CEBRAP (1981) é uma publicação quadrimestral impressa e on-line do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento. Destina-se à publicação de trabalhos científicos originais nas áreas de Sociologia, Política, Economia, Direito, Filosofia, Antropologia, Artes e Humanidades. O objetivo da revista é publicar estudos relevantes e contribuir para o debate intelectual com uma variedade de temas.

Periodicidade quadrimestral.

Acesso livre.

ISSN 1980-5403

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos