As memórias dissonantes do carvão: atividades educativas do Centro de Memória e Documentação da UNESC – CEDOC | Michele Gonçalves Cardoso e Tiago da Silva Coelho

As memórias dissonantes do carvão: atividades educativas do Centro de Memória e Documentação da UNESC – CEDOC | Michele Gonçalves Cardoso, Tiago da Silva Coelho | Revista História Hoje. São Paulo, v.10, n.19, jan./jun. 2021.

O presente trabalho objetiva discorrer sobre as atividades educativas desenvolvidas no Centro de Memória e Documentação da Universidade do Extremo Sul Catarinense – CEDOC. A instituição promove diversas ações em parceria com as escolas de educação básica com a intenção de possibilitar reflexões sobre a cidade de Criciúma e região por meio de seus acervos. Nosso enfoque neste artigo são as oficinas organizadas e realizadas durante o ano de 2016 e que trataram sobre diversos aspectos das atividades carboníferas realizadas na cidade. As memórias e a materialidade a respeito dessas atividades são bastante positivadas, silenciando, por vezes, narrativas e espaços que apresentam narrativas dissonantes, marginais e/ou sensíveis, de modo que as oficinas realizadas pelo CEDOC propuseram repensar as percepções e discursos oficiais sobre a cidade e a região carbonífera. As oficinas realizadas em 2016 foram reconfigura das e deram origem a vários outros projetos que continuam em andamento na instituição.

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.