Nas últimas décadas, a expansão das pesquisas históricas no Brasil, especialmente como resultado do crescimento e aprimoramento dos programas de pós-graduação na área, tem sido notável. Cada vez mais, antigos temas vêm sendo revisitados, assim como novas propostas e perspectivas de estudos nos possibilitam ampliar nosso escopo analítico.

Parte importante desse impulso, quantitativo e qualitativo, nos estudos históricos, se deve aos esforços de profissionais que atuam em universidades de todo o país, com ou sem programas stricto sensu, geralmente distantes dos grandes centros onde muitos desses pesquisadores realizaram seus estudos de mestrado e doutorado. Contudo, apesar das dimensões geográficas brasileiras, a crescente popularização do uso de tecnologias de informação, como a internet, e a constituição de grupos de pesquisa compostos por pesquisadores nacionais e internacionais, têm se tornado elementos importantes na divulgação e no compartilhamento de artigos, dissertações, teses e outras referências bibliográficas, além de maior disponibilização de acervos digitais, democratizando o acesso a diversos tipos de fontes originalmente impressas e audiovisuais.

Precisamos, portanto, avançar na direção do estreitamento dos contatos entre pesquisadores e suas temáticas. Na região Norte, por exemplo, não resta dúvida de que há muito a ser feito para um maior e mais constante intercâmbio entre as suas universidades. Nesse contexto, as revistas eletrônicas desempenham a função primordial de veiculação de pesquisas atuais, com o dinamismo e a fluidez próprias aos websites, e é nesse sentido que a Revista Tempo Amazônico pretende contribuir com esse movimento.

Nesta segunda edição, reunimos artigos sob a temática “cultura, poder e sociabilidades”, com trabalhos que vão desde a história social de manifestações populares nos estados do Amapá, Amazonas, Pará e Maranhão, até debates historiográficos sobre intelectuais e cultura política no Brasil e na Argentina, além de uma transcrição comentada de fonte. Trata-se de textos que nos revelam pesquisas interessantes e originais, sobre temas que podem nos ajudar a pensar nossas próprias realidades numa perspectiva comparativa, sempre instigante e proveitosa.

Somando-se à publicação da Revista Fronteiras & Debates e a realização do I Encontro Estadual da ANPUH-AP em dezembro de 2014, a diretoria da secional amapaense da Associação Nacional de História mantém seu compromisso por uma ativa participação no ambiente e debate acadêmico, partindo das especificidades do extremo norte amazônico, rumo ao fortalecimento da expansão historiográfica a que nos referimos no início desta apresentação. Esta edição da Revista Tempo Amazônico chega ao público como um passo a mais nessa direção. Desejamos uma excelente leitura!

Adalberto Paz

Editor Responsável da Revista Tempo Amazônico


PAZ, Adalberto. Apresentação. Tempo Amazônico, Macapá, v.1, n.2, 2014. Acessar publicação original [DR]

Acessar dossiê

 

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.