Horizontes Antropológicos

Horizontes Antropológicos e1594080875228
A Horizontes Antropológicos (HA) é publicada três vezes por ano pelo Departamento de Estudos de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil. Iniciado em 1995, representa os esforços constantes do Departamento para publicar uma revista acadêmica de alta qualidade com alcance internacional.

A Horizontes Antropológicos é publicada três vezes por ano pelo Departamento de Estudos de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil. Iniciado em 1995, representa os esforços constantes do Departamento para publicar um periódico acadêmico de alta qualidade e alcance internacional.

Seus números são temáticos, abertos à pluralidade de interpretações e temas que podem interessar à antropologia para a compreensão dos fenômenos socioculturais. Cada edição inclui também uma seção denominada Open Space, dedicada à publicação de entrevistas e artigos de excelência, redigida por pesquisadores com reconhecimento internacional entre seus pares quanto ao domínio do tópico abordado e que, preferencialmente, foram convidados pelos editores. Todos os artigos submetidos devem ser inéditos e não devem ter sido enviados simultaneamente para outra publicação ou órgão editorial. O campo de interesse da revista inclui tópicos relacionados à antropologia, arqueologia e áreas afins. Como regra geral, os artigos recebidos serão apresentados para avaliação prévia pelos editores e depois submetidos a revisores externos.

A Horizontes Antropológicos publica textos em português, espanhol, francês e inglês. Suas edições são dirigidas à comunidade antropológica e outros públicos interessados ​​nos tópicos abordados em cada número.

A Horizontes Antropológicos trabalha com números temáticos. Os textos submetidos são avaliados inicialmente pelos editores e pelos organizadores da edição, a fim de verificar se estão de acordo com o tema proposto, têm densidade teórica suficiente e estão de acordo com as Diretrizes para Autores. Os trabalhos aprovados nesta primeira fase são encaminhados a consultores da área de conhecimento em pesquisa e produção científica comprovada para avaliação no modelo “duplo-cego”. As identidades dos avaliadores e autores estão ocultas de ambas as partes. As recomendações das revisões por pares podem ser: “aceitar”, “aceitar com modificações” e “rejeitar”.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.