Os textos ora reunidos, apresentam reflexões sobre a formação e a prática da docência em História e revelam a preocupação em discutir os diversos espaços e práticas de formação do historiador professor/pesquisador, em níveis de formação inicial e continuada; aprofundar as discussões entre cultura e formação de professores; potencializar os diálogos entre informação, tecnologia e aprendizagem histórica, mídia, memória e cultura histórica; problematizar a diversidade da prática docente em espaços escolares e não escolares.

Neste sentido, os artigos ora apresentados relatam as experiências desenvolvidas na Universidade – formação docente – e as práticas escolares na Educação Básica. Desta forma, os textos apresentados dissertam sobre a relação teoria e prática no ensino de História.

Os dilemas e desafios na formação do professor-pesquisador são analisados no texto da Profª Drª Fátima Leitão. A reflexão resulta da análise das falas de estudantes do curso de Licenciatura em História da Universidade Estadual do Ceará – UECE, no campus do Itaperi.

As reflexões sobre o estágio e formação inicial do docente de História são apresentadas no texto do Prof. Dr. Halferd Carlos Ribeiro Júnior, que analisou a dinâmica da realidade escolar, a partir da memória dos alunos e relatos dos estagiários, desenvolvidos nas escolas da região do Alto Uruguai, no Rio Grande do Sul.

O livro didático é alvo de discussão no texto da Profª Drª Isaíde Bandeira da Silva, que propõe a reflexão sobre seus usos ou desusos nas aulas de História do Ensino Médio. O texto comunica a pesquisa de campo realizada na escola pública no centro de Quixadá, no Ceará.

O texto da Profª Drª Maria Heloisa Aguiar da Silva, também, apresenta a reflexão sobre a formação de professores. A partir da análise de sua própria trajetória docente, discute à docência universitária e os desafios da formação inicial do professor de História.

Por fim, as práticas desenvolvidas nos diversos Laboratórios de Ensino são apresentadas no texto da Profª Drª Valéria Apª Alves, que relata a experiência desenvolvida no projeto de monitoria, durante o ano de 2014, na Universidade Estadual do Ceará.

Assim, os textos ora apresentados revelam a preocupação com a prática pedagógica e evidenciam a importância da reflexão sobre a ação docente e a necessidade de diálogo entre a Universidade e a Educação Básica, visando contribuir no debate sobre a formação do professor-pesquisador, aquele que é capaz de produzir conhecimento e de ensinar, favorecendo a construção de saberes nos diversos espaços escolares – tanto no âmbito acadêmico, bem como nas salas de aula do ensino fundamental e médio, garantindo a aprendizagem significativa, o desenvolvimento da consciência histórica e a formação cidadã.

Valéria Aparecida Alves (UECE)

Organizadora

Acessar publicação original deste texto Acessar dossiê

Deixe um Comentário

Você precisa fazer login para publicar um comentário.