Crítica Historiográfica | UFRN/UFS | 2021

Critica Historiografica Crítica Historiográfica

Crítica Historiográfica (2021-) Publica resenhas de livros e de dossiês de artigos de revistas especializadas, resultantes da reflexão, investigação, comunicação e/ou consumo da escrita da História.

A revista cumpre o objetivo de fomentar a cultura da avaliação da escrita da História, com foco no diálogo entre autores(as) de resenhas e autores(as) e leitores(as) de obras de História. Assim, abre espaço não apenas para a resenha, mas aceita também as réplicas dos autores e eventuais comentários dos leitores da obra resenhada e da resenha.

A revista também se engaja na valorização do gênero textual resenha como instrumento de comunicação científica, reivindicando, inclusive, a sua inclusão como produto intelectual na Plataforma Lattes e no Sistema de Coletas Capes.

Crítica Historiográfica aceita e publica em média sete trabalhos por volume bimestral, produzidos por pesquisadores(as) de todos os níveis de formação, com espaço distribuído na seguinte proporção: doutores (a partir de 50%), doutorando(a)s, mestre(a)s, mestrando(a)s/especialistas/graduado(a)s graduandos (até 50%).

Trata-se de empreendimento criado e mantida por um consórcio de grupos de pesquisa radicados em instituições públicas de ensino superior: a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Periodicidade bimensal

ISSN

Acessar resenhas

Acessar dossiês [Não publica dossiês]

Acessar sumários

Acessar arquivos

Caliandra | ANPUH-GO | 2021

Caliandra Caliandra

CALIANDRA – Revista de História da ANPUH GO (2021-) foi criada para fortalecer um processo de construção coletiva de conhecimento que já vem se realizando com reconhecida qualidade no estado. O periódico tem a intenção de participar desse esforço e ampliar possibilidades de divulgação científica, numa perspectiva plural e democrática.

Para isso, a revista foi pensada a partir de inúmeras sugestões, através de reuniões com membros da diretoria, coordenações de Grupos de Trabalho (GTs) e consulta aos filiados e filiadas, utilizando-se de formulários virtuais. Neste percurso, fizemos uma primeira consulta para coletar sugestões de nomes para o periódico. Numa segunda etapa, disponibilizamos as sugestões apresentadas e o nome mais votado foi esse que agora intitula a revista. CALIANDRA, conforme o autor da sugestão, é o nome de uma flor típica do cerrado que representa práticas e vivências plurais. Essa é a intenção desse espaço, para o qual contaremos com um conselho editorial composto por pessoas de diferentes instituições do estado e do país. A equipe editorial estará assim composta: Kênia Érica Gusmão Medeiros e Cristiano Nicolini, como editores chefes; Álvaro Ribeiro Regiani, Ana Carolina Eiras Coelho Soares, Eliane Martins de Freitas, Ricardo Lenard Alves e Thais Alves Marinho, como editores científicos.

A Caliandra – Revista de História da ANPUH GO pretende ser um espaço amplo de discussão acadêmica de temas históricos. Tem como objetivo a publicação de produções originais resultantes de pesquisa científica e outros tipos de textos como:

  • Artigos: resultados de pesquisa empírica ou conceitual.
  • Resenha: revisão crítica de livros publicados nos últimos três anos.
  • Tradução: artigos e capítulos de livros. Não há restrições quanto ao idioma do texto de partida. As traduções devem ser acompanhadas com a autorização por escrito do(s) autor(es) ou da(s) entidade(s) detentora(s) de seus direitos para publicação na revista Caliandra.
  • Divulgação científica: textos em formato acessível ao grande público que visem divulgar pesquisas históricas publicadas há no máximo doze meses.
  • Histórias de escola: narrativas acerca de experiências em escolas pela perspectiva da educação histórica.
  • Acervos e Fontes: textos de apresentação de acervos e fontes históricas.
  • Demandas do dia: temas contemporâneos (políticos, artísticos e etc) a partir da perspectiva teórico-metodológica da História.
  • Entrevistas: entrevistas que tratam sobre Histórias de vida (como linha da história oral e com as problematizações históricas) e vidas com a História (traz a camada do fazer acadêmico, da história como ofício, para o caso de entrevistas com historiadores).
  • Poemas: criações artísticas e emoções humanas no tempo/espaço.
  • Espaço dos GT’s: publicações de trabalhos desenvolvidos pelos Grupos de Trabalho da ANPUH GO, seja na esfera regional ou nacional, individualmente ou em parceria com outros grupos.

[Periodicidade semestral]

Acesso livre

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Sophia Austral | UM | 2014

Sophia Austral Sophia Austral

Sophia Austral (2014-) es una revista de la Facultad de Educación y Ciencias Sociales de la Universidad de Magallanes, cuya misión es publicar trabajos inéditos y originales escritos en español, resultantes de investigaciones científicas en la modalidad de artículos sobre temas de Educación, Literatura, Trabajo Social y Estudios Patrimoniales, con particular interés en ámbitos geográficos que compartan problemáticas e inquietudes de espacios de frontera.

Las colaboraciones podrán ser enviadas en cualquier época del año. Desde el año 2021, la revista es de publicación continua (flujo continuo). La revista es de acceso libre sin costos adicionales.

Acesso livre

ISSN 0719-5605

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários [Disponível a partir do n.14]

Acessar arquivos

Museologia & Interdisciplinaridade | UnB | 2012

Museologia e Interdisciplinaridade

Ligada ao curso de Museologia, a Revista Museologia & Interdisciplinaridade, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília, é uma publicação eletrônica de caráter exclusivo acadêmico-científico semestral, dedicada a divulgar e debater artigos, pesquisas e enfoques que enriqueçam a produção do conhecimento no amplo campo da Museologia. Voltada a dialogar com diferentes área do co nhecimento que pesquisam problemas concernentes e transversais à Museologia.

A revista aceita artigos, traduções, entrevistas e resenhas de livre tema, bem como artigos para dossiês temáticos, organizados por professores e pesquisadores convidados pela Comissão Editorial e/ou Editor -Chefe. Qualis Capes – 2016: B1 – Artes; B2 – História; B3 – Ciência da Informação; B4 – Antropologia; B5 Arquitetura

Acesso livre

Periodicidade semestral

ISSN: 2238-5436

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Estudios Históricos | CDHRPBVR | 2009

Estudios Historicos Uruguai

Estudios Históricos (2009-) é a revista eletrônica no Centro de Documentación Histórica del Río de la Plata y Brasil Dr. Walter Rela (Rivera-Uruguay).

“Es con enorme placer que nos dirigimos a ustedes para hacerles llegar el primer ejemplar de la revista digital Estudios Históricos, medio de comunicación académica que hemos creado en el ámbito del Centro de Documentación Histórica del Río de la Plata y que está abierto a la participación y colaboración de todos ustedes desde este momento.

Estudios Históricos es un nuevo espacio académico destinado a la difusión de los conocimientos, investigaciones, ensayos, seminarios, encuentros, entrevistas, proyectos de investigación en curso, en los campos de la Historia, Geo-Historia y Antropología, en sus aspectos sociales, económicos, políticos y culturales, que se desarrollan en la cuenca del Plata, entendiendo por tal a Argentina, Brasil, Paraguay y Uruguay, sin perjuicio de divulgar trabajos provenientes de América, Europa y otros partes del mundo.

La pluralidad de ideas y miradas sobre los diferentes temas nos anima a pensar que este será un espacio de reflexión crítica, sobre nuestras disciplinas, un punto de encuentro y enlace entre investigadores de diferentes lugares.

Prof. Mag. Eduardo R. Palermo
Director Responsable” (Editorial do n.1, 2009).

[Periodicidade semestral]

ISSN 1688 5317

Acesso livre

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Habitus | PUC-GO | 2005

Habitus PUC GO

Habitus (2005) é uma publicação semestral do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia que visa divulgar a produção científica nas áreas de arqueologia, antropologia, da documentação audio-visual e do meio-ambiente, tendo como eixo central a investigação e a produção culturais das sociedades humanas e intercâmbio com 339 instituições.

A periodicidade da Revista Habitus é semestral e o recebimento das submissões é ininterrupto.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

ISSN 1983-7798

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Arqueologia | SAB | 1983

Revista de Arqueologia SAB

A Revista de Arqueologia (1983-) é aberta a toda comunidade acadêmica e científica das Áreas de Arqueologia Brasileira e campos afins.

A periodicidade da Revista de Arqueologia [da Sociedade de Arqueologia Brasileira – Pelotas/RS] é quadrimestral, publicando sempre em Janeiro, Maio e Setembro, sendo que os números podem ser temáticos e/ou compostos por artigos submetidos em fluxo contínuo. As temáticas enquadram-se nas categorias do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), são elas: Arqueologia (7.03.00.00-3), Arqueologia Histórica ( 7.04.03.00-7) e Arqueologia Pré-Histórica (7.04.02.00-0). A submissão de contribuições se dá em fluxo contínuo. O processo editorial de cada contribuição submetida ocorre dentro da ordem cronológica de recebimento das submissões, à  exceção das contribuições que compõem números temáticos ou especiais.

Serão aceitos para publicação trabalhos elaborados em português, espanhol e inglês. As categorias de contribuição são:  artigos originais, artigos de revisão ou atualização, resenhas, resumos de dissertação ou tese, notas, documentos inéditos, entrevistas e vídeos científicos. Não serão aceitos relatórios de pesquisas de campo. Estas categorias estão definidas nas instruções para os autores.

No caso específico de artigos originais e artigos de revisão ou atualização, estes somente serão aceitos após serem submetidos à apreciação de, pelo menos, dois pareceristas ad hoc. A pertinência para publicação será avaliada pelos editores, no que diz respeito à adequação ao perfil e linha editorial da revista, e por pareceristas, no que diz respeito ao conteúdo e qualidade das contribuições. Notas, resumos de dissertações de mestrado e de teses de doutorado, resenhas, documentos inéditos e vídeos científicos serão submetidos à apreciação dos editores.

Não serão cobradas taxas para submissão de artigos e/ou referentes ao processamento de artigo. A Revista de Arqueologia transfere aos autores os direitos de copyright e de publicação.

Periodicidade quadrimestral – janeiro, maio e setembro

Acesso livre

ISSN 0102-0420 Impresso

ISSN 1982-1999 Online

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos