HAWÒ | UFG | 2019

Hawo Hawò

Hawò (2019-) é uma revista científica, publicada na versão eletrônica pelo Museu Antropológico da Universidade Federal de GoiásTem como objetivo fomentar e divulgar a produção científica realizadas por pesquisadores de instituições reconhecidas, nacional e internacionalmente, que venham contribuir para a geração, preservação e difusão de novos conhecimentos nas áreas relacionadas à Antropologia Social e Cultural, Antropologia Biológica, Arqueologia, Etnolingúistica, Museologia, Arte e Cultura Popular, Patrimônio Cultural, Educação e Etno-História, em seu caráter interdisciplinar.

A revista Hawò, desde sua criação, adotou a modalidade anual de publicação contínua. Essa modalidade permite a publicação dos artigos conforme sua aprovação, agilizando assim  o processo de comunicação e divulgação das pesquisas. Não há fascículos ou periodicidade definidas.

A revista Hawò oferece acesso online e aberto a todo o seu conteúdo, o que significa que todos os artigos estão disponíveis na internet para todos os usuários após sua publicação, sendo os autores responsáveis pelo conteúdo de seus artigos. Segue o princípio de disponibilizar gratuitamente as informações científicas ao público, de forma a contribuir com maior democratização ao conhecimento.

Acesso livre

Periodicidade contínua

ISSN  2675-4142

Acessar resenha

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Rumos da História | IFES | 2015

Rumos da Historia rumos da história

A revista Rumos da História  foi criada no ano de 2015, com um abordagem interdisciplinar. Rumos da História – Revista eletrônica de História e temas interdisciplinares. É uma publicação eletrônica desde janeiro de 2015 e está vinculada ao Instituto Federal de Educação do Espírito Santo (Ifes): Campus Centro-Serrano, tendo como responsável técnico Prof. Dr. Diones Augusto Ribeiro.

Periodicidade [semestral].

Acesso livre

ISSN 2359-4071

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Museologia & Interdisciplinaridade | UnB | 2012

Ligada ao curso de Museologia, a Revista Museologia & Interdisciplinaridade, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília, é uma publicação eletrônica de caráter exclusivo acadêmico-científico semestral, dedicada a divulgar e debater artigos, pesquisas e enfoques que enriqueçam a produção do conhecimento no amplo campo da Museologia. Voltada a dialogar com diferentes área do co nhecimento que pesquisam problemas concernentes e transversais à Museologia.

A revista aceita artigos, traduções, entrevistas e resenhas de livre tema, bem como artigos para dossiês temáticos, organizados por professores e pesquisadores convidados pela Comissão Editorial e/ou Editor -Chefe. Qualis Capes – 2016: B1 – Artes; B2 – História; B3 – Ciência da Informação; B4 – Antropologia; B5 Arquitetura

Acesso livre

Periodicidade semestral

ISSN: 2238-5436

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Trilhas da História | UFMS | 2011

Trilhas de Historia2 Trilhas da História

Trilhas da História (2011-) foi pensada e elaborada com o objetivo de promover o debate acadêmico, tendo o propósito de enriquecer as pesquisas em andamento, tal como agregar produções de outros lugares, instituições e sujeitos.

Com esse objetivo, esperamos alcançar, além de professores da universidade e da rede pública e privada de ensino, alunos graduandos de nosso curso [de História – Três Lagoas/MS] e de outras universidades, tendo por intuito incentivar novas pesquisas e a busca por conhecimentos produzidos pela História e áreas afins.

Se a proposta é interdisciplinar, disciplinas como a Filosofia, Geografia, Ciências Sociais, Antropologia, Arqueologia, entre outras, encontrarão espaço para veicular as suas produções, desde que concernentes aos temas sugeridos pela Revista. A Revista se constitui de Dossiês; Artigos livres; Ensaios de Graduação; Resenhas e Fontes.

Periodicidade semestral.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Os textos publicados na Trilhas estão licenciados sob a Licença Creative Commons Attribution (CC-BY) que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

ISSN 2238 1651

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Territórios & Fronteiras | UFMT | 2008

Territorios e Fronteiras3 Territórios

A Revista Territórios e Fronteiras (2008-) publica artigos, resenhas, entrevistas, dossiês e edições críticas de documentos relacionados, preferencialmente, à disciplina da História e aos temas associados à constituição de territórios e fronteiras na história, em suas diferentes formas, realidades e dimensões. Administrada e apoiada financeiramente pelo Programa de Pós-graduação em História da UFMT, cuja área de concentração é “História, Territórios e Fronteiras”, a revista tem por meta constituir um espaço de debates e de divulgação da produção científica vinculada a esses temas. O periódico também recebe contribuições interdisciplinares e ligadas a áreas afins, a exemplo da Sociologia, Antropologia, Educação, Geografia, Ciência Política, Relações Internacionais etc. Sua periodicidade é semestral.

À exceção dos dossiês temáticos, cuja publicação depende de abertura de chamadas lançadas nos sites da revista e do Programa de Pós-graduação em História da UFMT (www.ppghis.com), as demais contribuições são recebidas em fluxo contínuo.

Territórios e Fronteiras publica artigos de pesquisadores com título de doutor. Os artigos de doutores em coautoria com pós-graduandos serão avaliados desde que não sejam partes de dissertações ou teses finalizadas ou em andamento. Os dossiês deverão ser propostos e organizados por doutores com atuação expressiva na temática escolhida. A submissão de entrevistas e resenhas está aberta também a mestrandos e doutorandos.

Periodicidade semestral.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

ISSN 1984-9036

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

 

Paidé[email protected] | UNIMES | 2007

Paideia Paidéi@ | UNIMES | 2007

Paidé[email protected] (2007-) é a Revista Científica do Núcleo de Educação a Distância (Unimes Virtual) da Universidade Metropolitana de Santos. Em formato digital e com periodicidade semestral, a Revista Paidé[email protected] é voltada para a publicação de trabalhos na área de Educação a Distância. A Revista tem um caráter interdisciplinar e está aberta a pesquisas de novos campos na área de educação a distância no Brasil e no Exterior. A Revista Científica Paidé[email protected] reforça o compromisso da Unimes Virtual de refletir criticamente sobre as práticas de Educação a Distância, buscando promover e ampliar o diálogo com a comunidade científica e com a sociedade em geral, fortalecendo a geração de saberes e o conhecimento científico. A nossa proposta é fazer da revista um instrumento de amplo debate acadêmico, envolvendo educadores de todas as áreas. Contribuindo assim para a construção e a divulgação do conhecimento científico de qualidade. O público-alvo da Revista Científica Paidé[email protected] é composto por professores, pesquisadores, estudantes de pós-graduação e profissionais da área de Educação a Distância.

O nome : PAIDÉIA Na Grécia Antiga a palavra paedeia ou paidéia significava “criação de meninos”, mas o termo também indicava a própria cultura construída a partir da educação. Era um sistema de instrução clássico de Atenas. Paidéia para os gregos era um ideal de perfeição e de excelência. O objetivo não era educar para ensinar ofícios, mas sim treinar para a liberdade e a nobreza.

Periodicidade semestral

Acesso livre

ISSN:1982-6109

Acessar resenhas

Acessar dossiês [Não publicou dossiês até 2021]

Acessar sumários

Acessar arquivos

História em Reflexão | UFGD | 2007

Historia em Reflexao2 2 História em Reflexão

Revista Eletrônica História em Reflexão – REHR (2007-) é uma publicação do discentes de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Grande Dourados (PPGH-UFGD).

A REHR recebe contribuições em fluxo contínuo e tem como objetivo divulgar trabalhos acadêmicos desenvolvidos na área da História que possibilitem refletir sobre o fazer histórico, bem como em suas relações com a Literatura, a Sociologia, a Antropologia, a Geografia, a Linguística, Educação, entre outros, de forma a propiciar melhor compreensão nos estudos da História e promover a interdisciplinaridade. Ademais, não privilegia uma especificidade temática, na medida em que prevê a divulgação de trabalhos originais.

A Revista Eletrônica História em Reflexão, destina-se tanto a estudantes de graduação e pós-graduação que tenham interesse nos trabalhos publicados, assim como professores de graduação e pós-graduação. Aceita trabalhos em português, inglês e espanhol sob a forma de artigos, entrevistas, resenhas de livros, comentários sobre fontes inéditas, resumos expandidos de trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses, textos livres produção iconográfica e audiovisual e notas breves.

A Revista Eletrônica História em Reflexão tem periodicidade semestral. Todavia, recebe artigos, entrevistas, notas prévias, resenhas, resumos de dissertações e teses e fontes inéditas em fluxo contínuo.

Revista Eletronica História em Reflexão é uma revista Open Access (acesso livre). Todo o seu conteúdo está livremente disponível sem custo para o usuário ou sua instituição. Os utilizadores  podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular aos textos completos dos artigos nesta revista sem solicitar permissão prévia do editor ou do autor. Esta revista está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil. Ao enviar seu trabalho, o interessado confirma que é o autor e possui os direitos autorais, confirma também que o conteúdo é original e anteriormente inédito e que concorda com os termos de licenciamento.

Aceso livre

Periodicidade semestral

ISSN 1981 2434

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

 

Canoa do Tempo | UFAM | 2007

Canoa do Tempo3 Canoa do Tempo

Revista Canoa do Tempo (2007-) é uma publicação acadêmica online mantida e editada pelo Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal do Amazonas (PPGH-UFAM). Tem como objetivo divulgar resultados inéditos de pesquisas na área de História e interdisciplinar, com ênfase nos estudos que tenham por temática a região Amazônica. Tem como público alvo pesquisadores, estudantes e demais interessados pelo campo da História e áreas afins.

O conselho científico conta com especialistas pertencentes a instituições reconhecidas nacional e internacionalmente. A revista não cobra taxas e o conteúdo é disponibilizado em Acesso Livre.

A revista aceita submissões de artigos inéditos em sistema de fluxo contínuo produzidos por doutores e doutorandos em História e em áreas afins. Além dos dossiês temáticos, são publicados trabalhios na seção de artigos livres, entrevistas e resenhas de livros, promovendo a divulgação da produção científica com ênfase nos estudos voltados para a Amazônia.

Os critérios de seleção do tema de cada dossiê estão atentos aos debates historiográficos nacionais e internacionais, incentivando a construção de um diálogo profícuo entre pesquisadores das diferentes regiões brasileiras. Seus artigos estão catalogados nos seguintes indexadores de metadados, buscadores e bibliotecas virtuais: LIVRE: revistas de livre acessoGoogle AcadêmicoPortal de Periódicos da UFAMSumário de Revistas BrasileirasDiadorimCiteFactor: academic cientific journalsScientific Indexing ServicesLatindex.; REDIB;  DOAJ; 

Até o ano de 2020, a Canoa do Tempo era editada semestralmente. No entanto, a partir do ano de 2021, a revista passou a adotar o sistema de publicação em fluxo contínuo, lançando uma edição anual correspondente ao período entre janeiro e dezembro.

Cada edição anual terá a publicação de, pelo menos, dois dossiês, além de artigos livres, resenhas e entrevistas que também poderão ser publicadas e são recebidas no sistema de fluxo contínuo.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

ISSN 2594-8148 (Digital)

ISSN 1982-0755 (Impresso)

Acessar resenhas [Coletar 2007-2017]

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Estudos Históricos | FGV | 1988

Estudos Historicos3 2 Estudos Históricos

Estudos Históricos (1988-) é um periódico trimestral em que cada publicação trata de um tema específico. Publicada ininterruptamente desde 1988, a revista se destaca por seu perfil interdisciplinar.

Estudos Históricos como objetivo publicar trabalhos inéditos, com perspectiva histórica, de pesquisadores da comunidade acadêmica nacional e internacional nas áreas de História, Ciências Sociais e outros campos relacionados. A revista é classificada como A1 no Qualis CAPES, na história e nas áreas interdisciplinares.

Está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) do CPDOC / FGV, que possui curso de mestrado, mestrado acadêmico e doutorado.

A revista também tem sido um elo importante na comunicação entre os programas de pós-graduação, principalmente na área de História e Ciências Sociais.

Em 2016, a revista Estudos Históricos foi publicada apenas em formato eletrônico. Além do portal SciELO Brasil (www.scielo.br), as informações mencionadas anteriormente podem ser acessadas na página Diretório de Revistas de Acesso Aberto – DOAJ (https://doaj.org/), no site da Biblioteca Digital da FGV ( http: / /bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh ) e no portal da revista CAPES ( www.capes.gov.br ).

Todo o conteúdo da revista é de acesso aberto.

Periodicidade trimestral.

ISSN (versão online): 2178-1494.

Acessar resenhas [Coletar 1988-2008]

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Documenta Praehistorica | LU | 1964

RC Capa Revista 300 x 200 12 Documenta Praehistorica | LU | 1964

In 1964 a group of enthusiasts around the eminent Slovenian archaeologist Professor Josip Korošec at the University of Ljubljana established a new journal entitled A Report on the Research of the Neolithic and Eneolithic in Slovenia (Poročilo o raziskovanju neolita in eneolita v Sloveniji). Professor Korošec was the first editor and published the first two volumes, which were dedicated to the results of the excavations in the Ljubljansko barje region. After Professor Korošec passed away, the journal was edited by Professor Tatjana Bregant for the next twenty years (3rd to 21st Volumes). In this period, the journal became a respectable publication in Slovenia and the former Yugoslavia for topics relating to the Paleolithic, Neolithic and Eneolithic periods. A number of palaeoenvironmental and palaeoeconomic studies were also published alongside the archaeological topics.

Since the 22nd Volume, the editor has been Professor Mihael Budja, and the editorial policy has shifted from regional to global scale, and for its 25th anniversary the journal changed its title to Documenta Praehistorica. The journal started to publish selected papers that had been presented at the international conference established at that time entitled ‘The Neolithic Seminar’, which has been organised annually by the Department of Archaeology at the Faculty of Arts in Ljubljana for the past twenty years. The Seminars attracted leading researchers from the field and soon became a hub for discussing theoretical concepts, interpretative models and the results of interdisciplinary research studies and projects in Europe and Asia. A ‘Ljubljana school’ of Neolithic studies was formed within this intellectual milieu by a group of researchers who applied and developed ideas discussed at the seminars and in the journal. The papers in Documenta Praehistorica address studies that range from cultural and typological topics to archaeometry, from paleoclimate to paleoeconomy, from demography to archaeogenetics, and from symbolism to identity.

Since 1999, Documenta Praehistorica has had international members on the editorial board alongside Slovenian researchers, and since 2005 it has been enriched by a new web editor and a technical editor. With the formation of the journal’s web page in 2001 the published papers can also be accessed on-line.

Documenta Praehistorica is the only international journal to focus on interdisciplinary research based on Neolithic studies. The main strength of the journal is that it provides an opportunity for the publication of diverse approaches, theories and specific case studies, while maintaining a coherent editorial policy in addressing significant topics and studies relating to the Neolithic and Eurasian prehistory in general. Documenta Praehistorica has thus emerged as a central hub where the richness of different approaches, theories and ideas in contemporary Neolithic studies is easily recognisable.

The publication of an article in a peer-reviewed journal Documenta Praehistorica (1964) is an essential building block in the development of a coherent and respected network of knowledge. It is a direct reflection of the quality of the work of the authors and the institutions that support them. It is therefore necessary to agree upon standards of expected ethical behaviour for all parties involved in the act of publishing: the author, the editor (and the editorial board), the peer reviewer and the publisher.

The Ljubljana University Press, Faculty of Arts (Znanstvena založba Filozofske fakultete Univerze v Ljubljani) as publisher of the journal Documenta Praehistorica takes its duties of guardianship over all stages of publishing extremely seriously and we recognize our ethical and other responsibilities. We are committed to ensuring that advertising, reprint or other commercial revenue has no impact or influence on editorial decisions. In addition, the Faculty of Arts, University of Ljubljana and the editorial board of Documenta Praehistorica will assist in communications with other journals and/or publishers where this is useful and necessary.

Our ethic statements are based on COPE’s Best Practice Guidelines for Journal Editors and on existing Elsevier policies.

Documenta Praehistorica is published one issue per year.

This journal provides immediate open access to the full-text of articles at no cost on the principle that making research freely available to the public supports a greater global exchange of knowledge.

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos [A partir de 2001]