Perseu | FPA | 2007

Perseu

PERSEU: História, Memória e Política (2007-) foi idealizada como veículo para a difusão de pesquisas e reflexões sobre a história da esquerda contemporânea. Este espaço, por ser criado no interior do Centro Sérgio Buarque de Holanda (CSBH) da Fundação Perseu Abramo (FPA) – centro de documentação e memória que abriga o arquivo histórico do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) e acervos relacionados – tem  algumas características singulares, que diferenciam PERSEU de outros periódicos de difusão da produção acadêmica.

Temos a oportunidade de acolher estudos que conciliem, aberta e democraticamente, o rigor necessário à produção de conhecimento e o engajamento político, que no mais é intrínseco ao ofício do historiador e do cientista social.

Nesse sentido, PERSEU vem se consolidando como uma referência para a difusão do conhecimento produzido de forma comprometida com a luta dos trabalhadores e trabalhadoras pela conquista dos direitos civis, políticos e sociais, conforme apontava a descrição da temática que seria privilegiada pelo periódico, já na apresentação de seu primeiro número em 2007. A proposta enfrenta a noção de imparcialidade técnica que se impõe frequentemente como “medida de qualidade” do conhecimento.

Isso resulta em aparente despolitização do exercício da produção de conhecimento, modelo autoritário e que tem se imposto através do controle de recursos destinados às etapas desta produção, dentre as quais se inclui a sua circulação. Consolidar-se como espaço de debate rigoroso e comprometido com um projeto político amplo e de longo prazo, é, portanto, um importante desafio diante da escalada autoritária e da instabilidade política que vivemos, e que afeta todo o sistema de produção e difusão de conhecimento em âmbito nacional.

Acesso livre

Periodicidade semestral

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

Arqueologia Pública | Unicamp | 2006

Revista de Arqueologia Publica Arqueologia Pública | Unicamp | 2006

A Revista de Arqueologia Pública (2006-) está integrada as atividades desenvolvidas pelo Laboratório de Arqueologia Pública Paulo Duarte, vinculado ao Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM) da UNICAMP. O periódico tem como objetivo divulgar trabalhos que abordam temáticas da Arqueologia Pública, do Patrimônio e da Memória.

Arqueologia Pública é um conceito relativamente recente no campo arqueológico, resultado das transformações no âmbito das sociedades e das ciências nas últimas décadas. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), as diversas sociedades passaram por transformações profundas, em particular com a emergência social de grupos como as minorias étnicas e as mulheres. Os movimentos pelos direitos civis e pela emancipação feminina intensificaram essas tendências e foram seguidos por múltiplos outros, tais como a luta contra o belicismo, pela liberdade de orientação sexual, pela liberdade política e social, em diferentes países. A década de 1980 viria a consolidar essas novas realidades, com o questionamento da homogeneidade social e com a luta pelo respeito e valorização da diversidade ambiental e cultural.

Reconhecemos que não há consensos sobre o que é Arqueologia Pública, mas, independente dos consensos, acreditamos nesta Arqueologia como uma prática social engajada que tem o compromisso de construir diálogos e significações sobre Arqueologia, Memória, Patrimônio e Identidades (entre outros tantos eixos heterogêneos e amalgamados) em diferentes comunidades. A Arqueologia Pública alcança, a cada ano, novos horizontes e perspectivas. Tais conquistas devem-se, em grande medida, à crescente inserção das disciplinas científicas e acadêmicas no campo da ciência aplicada. Se isto ocorre em diversos campos, de forma variada, no âmbito da Arqueologia estas posturas de interação com a sociedade generalizam-se em ritmo acelerado. Preocupados com tais questões que permeiam este campo arqueológico, os editores da Revista de Arqueologia Pública visam abrir espaços para discussões democráticas e plurais.

Periodicidade semestral

Acesso livre

ISSN 2237-8294 (Online)

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos

 

Literatura, História e Memória | UNIOESTE | 2005

Literatura Historia e Memoria

Revista de Literatura, História e Memória (2005-), publicação semestral do Colegiado de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, recebe artigos e ensaios, de acordo com as normas da revista, para a composição de suas próximas edições. O projeto acolhe artigos originais e inéditos de interesse da comunidade científica.

A revista organiza-se a partir de um dossiê, conforme chamadas para publicação, e uma seção temática intitulada “Pesquisa em Letras no Contexto Latino-americano Literatura, Ensino e Cultura”, contemplando as linhas de pesquisa da Graduação e da Pós-Graduação.

O periódico foi gestado nas temáticas e pesquisas divulgadas nas primeiras edições do Seminário Nacional de Literatura, História e Memória, evento permanente no calendário acadêmico das atividades científicas e culturais do Colegiado de Graduação em Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UNIOESTE – Campus de Cascavel.

Vinculado ao Grupo de Pesquisa “Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura e nas Diversas Linguagens”, o projeto editorial pretende contribuir para o desenvolvimento acadêmico, motivando a participação de pesquisadores externos, de alunos e egressos em atividades de caráter científico, a fim de propiciar a reflexão sobre leituras que se propõem a desvendar o ser humano e suas representações em distintos campos do conhecimento.

Periodicidade semestral

Acesso livre

ISSN 1983-1498

Acessar resenhas

Acessar dossiês

Acessar sumários

Acessar arquivos