O livro, O que é lesbianismo, editado pela Brasiliense em 2000, é uma edição de bolso da coleção ‘primeiros passos’, por isso, demonstra uma visão muito particular da autora com um posicionamento intelectual específico ao tema em pauta. A autora inicia seu livro fazendo uma pequena advertência aos possíveis leitores: “quem estiver vestido no cimento…

Leia Mais

KOWARICK, Lúcio. Trabalho e vadiagem: A origem do trabalho livre no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1987. Resenha de: SAMARA, Eni de Mesquita. Revista Brasileira de História, São Paulo, v.11, n.22, p.204-207, mar.1991/ago.1991. Eni de Mesquita Samara – Professora do Departamento de História/USP. Acesso ao texto integral apenas pelo link original [IF]

Leia Mais

FAUSTO, Boris. Crime e cotidiano – A criminalidade em São Paulo, 1880-1924. São Paulo: Brasiliense, 1984. Resenha de: LAPA, José Roberto do Amaral. Crime e cotidiano de Boris Fausto. Revista Brasileira de História, São Paulo, v.5, n.8/9, p.213-215, set.1984/abr.1985. José Roberto do Amaral Lapa – Departamento de Hhistória do IFCH/Unicamp. Acesso apenas pelo link original…

Leia Mais

BEIGUELMAN, Paula. Por que Lima Barreto. São Paulo: Brasiliense, 1981. Resenha de: SILVA, Marco Antonio da. Revista Brasileira de História, São Paulo, v.2, n.4, p.265-266, 1982 Marco Antonio da Silva – Mestre em História Social. FFLCH-USP. Acesso apenas pelo link original [IF]

Leia Mais

DE DECCA, Edgar. 1930: O silêncio dos vencidos. São Paulo: Brasiliense, 1981. Resenha de: AUN-KHOURY, Yara. Projeto História, São Paulo, v.2, 1982. Yara Aun-Khoury Acesso apenas pelo link original [IF]  

Leia Mais